skip to Main Content

Seguem abertas as inscrições para o 18° Seminário Gaúcho do Cooperativismo. O evento ocorre este ano no Hotel Dall’Onder, em Bento Gonçalves, nos dias 8 e 9 de novembro. O objetivo é propiciar maior conhecimento e análise dos cenários econômicos e financeiros do País, com foco na busca de caminhos para um desenvolvimento cada vez mais sustentável nas sociedades cooperativas.

No dia 8 de novembro ocorrerá a palestra do coordenador do CriaLab, Luis Humberto de Mello Villwock, com o tema “Criatividade & Inovação – Desafios para o Sistema Cooperativista do RS”. Para o primeiro dia do Seminário também estão previstos um painel e atividades em grupos de trabalho, divididos por assuntos: Sustentabilidade, Energias renováveis, Logística e rastreabilidade, Tecnologia na produção agropecuária e Interação cooperativa e startups.

PRÊMIO OCERGS DE COOPERATIVISMO

A entrega do Prêmio Ocergs de Cooperativismo, degustação de vinhos, espumantes, sucos e frios produzidos pelas cooperativas, jantar e show musical terá início às 20h.

O segundo dia do Seminário inicia com um painel apresentando a conclusão dos Grupos de Trabalho e encaminhamentos, e encerra com o presidente da Aliança Cooperativa Internacional (ACI), Ariel Guarco, falando sobre “Sustentabilidade”.

INSCRIÇÕES

Preencha a ficha de inscrição e efetue o pagamento via depósito bancário identificado com o CPF do participante. A inscrição será confirmada após recebimento do comprovante identificando o participante, através do fax (51) 3323-0026 ou do e-mail gabriel-simas@sescooprs.coop.br. A data limite para inscrições via site é até o dia 1° de novembro de 2018 ou enquanto houver vagas.

VALOR DA INSCRIÇÃO

R$ 50,00 por participante. Para informações adicionais, fale conosco através do telefone (51) 3323-0000 ou pelo e-mail gabriel-simas@sescooprs.coop.br.

CLIQUE AQUI para se inscrever.

PROGRAMAÇÃO:

 

8/11/18 (QUINTA-FEIRA)

13h Credenciamento

13h30 Abertura

14h Palestra 1:  “Criatividade & Inovação – Desafios para o Sistema Cooperativista do RS”:

Luis Humberto de Mello Villwock. Engenheiro Agrônomo (UFRGS 1989), Especialista em Comércio Exterior (Unisinos 1990), Mestre em Economia Rural (UFRGS 1993), Doutor em Administração (UFRGS 2002), Atualmente é coordenador do CriaLab – Tecnopuc e da Rede Inovapucrs. Também é professor da Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade (FACE/PUCRS), Coordenador do Núcleo Empreendedor da FACE/PUCRS, Coordenador dos Grupos Temáticos da Rede de Inovação e Prospecção do Agronegócio para o Rio Grande do Sul (RIPA/RS).

15h Painel: Cases de Inovação

16h Intervalo

16h30 Grupos de trabalho –

1) Sustentabilidade: envolve a reflexão sobre o atual comportamento das cooperativas em relação as ações voltadas a sustentabilidade. Características do cooperativismo que favorecem a sustentabilidade; oportunidades de ação; pontos de atenção. A proposição de projetos de sustentabilidade a serem conduzidos de forma conjunta ou individual pelas cooperativas participantes.

2) Energias renováveis: envolve a reflexão sobre o atual comportamento das cooperativas em relação as ações voltadas a energias renováveis. Características do cooperativismo que favorecem a implementação de ações para apoio, desenvolvimento ou uso de energias renováveis; oportunidades de ação; pontos de atenção. A proposição de projetos que envolvam energias renováveis a serem conduzidos de forma conjunta ou individual pelas cooperativas participantes.

3) Logística e rastreabilidade: envolve a reflexão sobre o atual comportamento das cooperativas em relação as ações voltadas a logística e rastreabilidade. Oportunidades de ação e pontos de atenção. A proposição de projetos que envolvam ações de logística e rastreabilidade a serem conduzidas de forma conjunta ou individual pelas cooperativas participantes.

4) Tecnologia na produção agropecuária: envolve a reflexão sobre o atual comportamento das cooperativas em relação as tecnologias disponíveis para produção agropecuária. Oportunidades de uso e desenvolvimento de tecnologias; necessidades e pontos de atenção. A proposição de projetos que envolvam ações para inserção de tecnologias na produção agropecuária com possibilidade de realização de forma conjunta ou individual pelas cooperativas participantes.

5) Interação cooperativa e startups: envolve a reflexão sobre o atual comportamento das cooperativas em relação as startups como potenciais parceiras no desenvolvimento de negócios. Oportunidades de parceiras para uso de soluções e desenvolvimento conjunto de soluções tecnológicas; levantamento de necessidades e pontos de atenção. A proposição de projetos que envolvam ações com startups podendo ocorrer de forma conjunta ou individual pelas cooperativas participantes.

20h Entrega do Prêmio Ocergs de Cooperativismo

9/11/18 (SEXTA-FEIRA)

9h Painel: Conclusão dos Grupos de Trabalho e Encaminhamentos

10h Intervalo

10h30 Palestra 2: “Sustentabilidade”: Ariel Guarco. Presidente da Aliança Cooperativa Internacional

12h Encerramento

12h30 Almoço

Fonte: Ocergs-Sescoop/RS